quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Desesperar? Jamais!


Falta pouco mais de uma semana para o início do TCG, no qual tricotaremos o belíssimo xale Haruni juntos. Da última vez que chequei os números, eram mais de noventa pessoas inscritas, unidas unicamente pela vontade de passar umas boas horas tricotando esse xale. Imagino que dentre os inscritos encontraremos desde aqueles que já tricotaram vários xales rendados e até mesmo quem nunca tricotou um xale na vida mas se julga pronto para dar esse passo adiante!

Quando digo passo adiante pode até parecer que tricotar renda é algo difícil. Veremos... Do que é composto um ponto rendado? Ele é composto de pontos meia, pontos tricô, laçadas e diminuições, que são executados numa determinada sequência. Ou seja, qualquer pessoa que saiba tricotar consegue tricotar os pontos que formam a renda, se seguir a sequência de pontos corretamente. Não é difícil, mas podemos dizer que certamente requer um pouco mais de atenção.

Como qualquer atividade, existem algumas "boas práticas" que acabam simplificando o ato de tricotar renda. São dicas conhecidas há tempo, fruto de quem aprendeu pelos próprios erros. Elas vão nos ajudar a preservar a sanidade mental e evitar lágrimas desnecessárias.

Temos uma semana para nos preparar para o início de um belo xale. Vamos lá?

Número 1 - Leia a receita
O primeiro passo para o sucesso é ler a receita. Essa dica já foi falada, escrita e aconselhada incontáveis
vezes, mas ainda assim ela é subestimada. Talvez levados pela euforia de montar os pontos de uma nova
peça, muitos de nós simplesmente pulam essa etapa tão importante. Não faça isso!

Imprima a receita, vá para o seu cantinho favorito e leia a receita do início ao fim. Agora que você foi apresentado a ela, é hora de dialogar. Releia a receita com calma, no mínimo umas cinco vezes para se familiarizar com seus termos e com suas instruções. Pesquise alguma técnica que não saiba, que seja novidade. Faça seu dever de casa. Eu leio uma receita umas dez vezes, até que eu me veja realizando cada instrução. Dá uma segurança enorme.



Número 2 - Prepare os gráficos
Podemos tricotar o xale Haruni seguindo seus gráficos ou, se preferir, seguindo as instruções escritas desses gráficos. Se for tricotar consultando os gráficos então sugiro que leia essa postagem ótima da Nina Paula


Número 3 - Conte as carreiras
Para contar as carreiras você pode usar a dupla papel e lápis ou então usar algum acessório contador de carreiras. O importante é registrar as carreiras que foram trabalhadas. Se tiver de deixar seu projeto de lado durante um tempo será fácil (e indolor) retomá-lo mais tarde pois você saberá exatamente onde parou. 


Número 4 - Use marcadores de pontos
Se não tiver anéis marcadores de pontos, improvise-os com com clipes ou com pedaços de fios, mas em hipótese alguma fique sem marcadores de pontos ao tricotar renda. 

Como usar:
1. Distribua os marcadores de pontos ao longo da carreira, para ajudar na checagem dos pontos. Quando eu tricoto um xale eu coloco marcadores para demarcar a barra do xale, que são os três pontos em cordões de tricô em cada extremidade. Depois, no corpo do xale, uso vários marcadores para delimitar cada repetição do ponto. Também coloco um marcador em cada lado do ponto central. Em geral, o gráfico me dá a pista de onde colocar os pontos de checagem de uma carreira. Se você leu a receita (e releu) vai entender o que eu estou falando.

Veja esse video que mostra como usar marcadores de pontos


Número 5 - Sempre conte os pontos entre os marcadores
Uma vez que distribuiu seus marcadores de pontos nos lugares estratégicos, faça uso deles: conte os pontos! Adquira o hábito de contar os pontos entre os marcadores para evitar surpresas.

Eu adorei essa fotografia da Rosário Albuquerque: veja os anéis marcadores de pontos distribuidos pela agulha, eles foram feitos com fios amarelos. Já a linha que percorre o trabalho, chamada de fio de segurança, é o assunto do próximo tópico.

lace knitting


Número 6 - Use fio de segurança
Periodicamente, devemos checar a peça a procura de algum erro que passou despercebido. Se não encontramos nenhum problema nas últimas carreiras e antes de prosseguir, é prudente passar um fio de segurança por todos os pontos da última carreira trabalhada.

Continue a tricotar o próximo conjunto de carreiras do ponto rendado. Na próxima vez que realizar a checagem, se você constatar que é necessário desmanchar, será muito mais fácil e rápido fazê-lo com a presença do fio de segurança. Ele é usado como precaução porque desmanchar um trabalho rendado pode ser algo complicado devido à quantidade de laçadas, aumentos e diminuições que uma única carreira pode conter.

Como colocar o fio
1. Use um fio fino e macio em uma cor que contraste com a cor da peça. Muitas pessoas preferem usar fio dental porque não se embaraça com fios peludos e sai facilmente. 

2. Atenção ao comprimento do fio de segurança que deve ser maior que o da peça de tricô.

3. Com a ajuda de agulha de tapeçaria (agulha sem ponta) passe o fio pelos pontos do trabalho da última carreira trabalhada. Lembre-se de NÃO PASSAR o fio de segurança pelos marcadores de pontos!

Se o pior acontecer, veja como desmanchar
1. Remova a agulha circular do seu trabalho e insira-a através dos pontos segurados pelo fio de segurança. Se tiver dificuldade, use outra agulha circular de espessura menor.

2. Não remova o fio de segurança, ele continuará marcando a última carreira correta.

3. Desmanche o trabalho até a carreira onde se encontra a agulha. Se usou uma agulha de espessura menor para passar pelos pontos do fio, continue o trabalho com a agulha de número correto.


Veja o vídeo sobre como usar o fio de segurança

Se você tem alguma dica legal que deseja compartilhar conosco, basta deixar um comentário com ela!

Feliz tricô!

10 comentários:

Rosário disse...

bons tricots a todas! e obrigada

Borboletas Artesãs disse...

Muito bem explicado! Estou a adorar :)

Silvana disse...

Não achei o link do vídeo -Como usar o fio de segurança.
Beijos!!!

amiga zilda disse...

parabens amigas vcs sao dez que DEUS as abençoe pelo lindo trabalho bjsssssssssss...
zilda regina mineira de BH

Valéria disse...

Oi Silvana, era para aparecer a tela inteira incorporada à postagem, mas só aparecia corretamente enquanto estava escrevendo o texto. Depois que publiquei ele "sumiu". Resolvi deixar apenas o link. Agora você conseguirá assistir ao vídeo.

Silvana disse...

Obrigada Valéria, já consegui ver o vídeo.
Beijos!!!

Borboletas Artesãs disse...

Estou confusa....onde está a receite mesmo do xaile? De onde estão a fazer as amostras???

Mamãe e Sophia Anni disse...

Obrigadaaaa!!!!!

Sam

Silvia disse...

Ola Bom dia...sou iniciante e estou perdida.Quero fazer a amostra, mas não achei o numero de pontos que inicio,um passo a passo...podem e ajudar.
Bjssss

dulce disse...

Meninas estou em cólicas pra começar!!1Nunca fiz um xale rendado, embora tenha boa noção de trico acho q vai ser uma parada dura, mas as explicações estão divinas, obrigado pelo carinho,bjocas